Nesta quinta-feira, dia 07 de dezembro de 2017, foi realizada a Assembleia Geral e de Associados do Sindicato dos Trabalhadores da Unifesp – Sintunifesp com presença de representante da direção nacional da FASUBRA Neusa Santana Alves. O destaque também foi a importante participação dos servidores do turno noturno, marcando grande presença na atividade.

A Assembleia teve início com a avaliação da conjuntura nacional e local. No plano nacional foi reforçada a análise de que o quadro é de amplo ataque aos direitos dos trabalhadores, como a reforma da previdência e alteração da carreira dos servidores públicos, exigindo a união das categorias e fortalecimento da luta. Nesse contexto a coordenação da FASUBRA informou que a greve alcança uma vitória importante com a reunião agendada com MPOG no dia 13/12 para discussão da pauta de reivindicação para os servidores públicos.

Já no contexto local foi destacada a importância das ações de greve realizadas durante essa semana, com ocupação no primeiro andar do HSP, pressionando a gestão e superintendência pela melhoria das condições de trabalho e suspensão ações indevidas para punir os grevistas. Atividades que conquistaram importante vitória ao ter agendada para amanhã, dia 09/12 às 9h30 um reunião com a gestão do HU-HSP e superintendência para discutir os regimento. Igualmente local, sobre a pauta de flexibilização da jornada, das 30H, a avaliação é de necessidade de ampliar a mobilização e cobrança da gestão da universidade por sua implementação completa, generalizada e imediata.

Ainda sobre o contexto local foram debatidos dois pontos de pauta específicos: 1) retorno da reunião com a reitoria da Unifesp; 2) ação judicial para nulidade do regimento interno do HU – HSP que diz respeito ao APH. Após proveitosa discussão foram aprovados pela plenária os seguintes e respectivos encaminhamentos: 1) readequação da comissão permanente 30h (com AG intercampi); cobrar agendamento com a reitoria de reunião com a comissão permanente; cobrar publicação imediata do relatório do fluxo contínuo; incluir o ponto da flexibilização da jornada no próximo CONSU; retorno imediato das reuniões das comissões (HU e permanente 30h); 2) aprovação da elaboração da ação judicial que pede a nulidade do texto de regimento interno por entender que viola os princípios constitucionais e configura punição indevida aos grevistas ao abordar o APH na greve, a não validade dos atestados e as restrições (a ação ficará em “stand by”, aguardando resultado da reunião de amanhã).

Ainda foi pautado e aprovado por maioria a realização de confraternização de final de ano do Sintunifesp no dia 15/12, com detalhes a ser decido por comissão eleita em assembleia e comando local de greve.

Vale o destaque para o reforço da representante da FASUBRA da urgência da unidade para luta, tanto no contexto nacional quanto estadual, em que os servidores públicos estão sendo atacados com propostas de ampla retirada de direitos. A luta é agora e sempre em defesa dos serviços e servidores públicos!

Assessoria de comunicação do Sintunifesp