Faça parte dessa luta! Filie-se ao Sintunifesp!
Categoria Unida! Juntos somos mais fortes! Filie-se ao Sintunifesp!
Parabéns Servidores pela conquista das 30H!

Nesta terça-feira, dia 19 de dezembro de 2017, foi realizada a Assembleia Geral e de Associados do Sintunifesp às 8h na sede da entidade, com o anfiteatro cheio a categoria analisou a conjuntura nacional e local, acatou as orientações do Comando Nacional de Greve – CNG/FASUBRA suspendendo a greve nacional e aprovou por ampla maioria o início de uma greve com pauta exclusivamente local.

A mesa foi coordenada pelas servidoras Darlene Nery e Conceição dos Santos, com relatoria de Paulo C. Guimarães e Marta Valadares, e Renilson Santana nas inscrições.

Com o adiamento da votação da Reforma da Previdência para fevereiro de 2018, principal pauta da greve nacional, o CNG/FASUBRA decidiu e assim orientou as entidades da base pela suspensão da greve durante o recesso, final de dezembro e início de janeiro, mas destacando a fundamental importância da manutenção da organização e mobilização, com nova rodada de reuniões e assembleias indicadas para o final de janeiro para avaliar o retorno à greve. Nesse sentido a plenária do Sintunifesp votou pela suspensão da greve nacional (indicado a partir de hoje, dia 19/12, com validade para daqui 72h conforme exigência legal) e pela manutenção da mobilização por dezembro, janeiro e fevereiro podendo, a depender do agravamento da conjuntura, retornar a qualquer momento a greve.

Durante esse período de suspensão da greve nacional mantida a mobilização, duas datas mereceram destaque: 05 de fevereiro, dia da leitura da proposta de reforma da previdência no Congresso Nacional e dia 12 de fevereiro data da votação. “Será preciso ficarmos atentos, organizados em unidade, a postos para esses dias de luta!”, afirmou Darlene Nery, Coordenadora Geral do Sintunifesp.

Já no contexto local a greve foi deflagrada aprovada por ampla maioria dos presentes. Todas as falas sobre a pauta local revelaram a grande indignação com a gestão da Unifesp pelo contínuo adiamento no cumprimento dos acordos com a categoria. Portanto, a greve será mais uma vez o instrumento de luta pela garantia dos direitos da categoria!

Os trabalhadores da Universidade Federal de São Paulo, reunidos em Assembleia seguem na luta, em greve, agora pela pauta local! A greve nacional foi suspensa, a greve local se inicia! E amanhã terá realização de Ato Público para expressar a indignação frente à gestão da Unifesp pelo não cumprimento dos acordos com a categoria, as reivindicações serão mais uma vez apresentadas à reitoria. Concentração às 10h na sede do Sintunifesp!

A luta continua!

Assessoria de Comunicação do Sintunifesp

Fale Conosco:

Acesse Intranet:

Parcerias

 

Sintunifesp no Youtube!

Sintunifesp no Facebook!

Acesse Unifesp:

Acesse Fasubra: